Treinamento de Perna de pau

             Trata-se de uma atividade cultural que contribui para o resgate e perpetuação da nossa identidade, transmitindo para as novas gerações e recordando com as gerações passadas à magia do circo e do teatro popular.

A perna-de-pau, além de ser um brinquedo para crianças e adultos, é utilizada como instrumento de trabalho em todo o mundo.  Andar em cima da perna de pau é apenas uma questão de prática e autoconfiança.

Andando na perna de pau o participante é tocado pela sua proposta, experimenta e reinventa, compara e cria, exercita a coordenação motora, e confere suas habilidades. Estimula a curiosidade, a iniciativa, a autoconfiança, e a concentração, sua imaginação se desenvolve, enriquecendo seu mundo interior. Terá mais coisas a comunicar e pode cada vez mais participar do mundo que o cerca, o que proporciona desafios e motivações.

As oficinas de perna de pau, prática que vêm cada vez mais ganhando atenção e desejo das pessoas, são também alternativas que possibilitam a troca de conhecimentos e a capacitação de pessoas em transmitir a cultura brasileira. A experiência do grupo nessas realizações atesta a importância dessa iniciativa, permitindo a multiplicação e o fortalecimento das práticas de vivencias tradicionais.

Historia

As “Pernas de pau” são herdeiros de um costume muito antigo entre vários povos. A origem da perna de pau (também chamada de Andes, zancos) e bastante remota e esta ligada às mitologias e as práticas religiosas de diversas culturas de todo o mundo.

Até hoje as pernas de pau são usadas por crianças e adultos em quase todas as partes do mundo.

Pelo aspecto curioso e engraçado que dão a quem as usa, as pernas de pau são sua presença constante nas festas populares de vários países, como o carnaval (mas hoje esse costume praticamente desapareceu) e a celebração da primavera.

Em muitos paises europeus elas são usadas há vários séculos:

Anúncios